apresentação

apresentação

LIVRO ZEN ORIGAMI

Mandalas in action integrantes do LIVRO "ZEN ORIGAMI" no qual estou trabalhando.

30 setembro 2018

COLCHA de RETALHOS ( quilt)

COLCHA de RETALHOS  - módulo EURÍDICE

Mais uma vez pesquisando possibilidades com papel circular, me veio essa forma muito simples que chamei de módulo Eurídice, em homenagem a uma avó "emprestada" que tive e de quem até hoje guardo boas lembranças.

 Com sua conexão, fiz  a Colcha de Retalhos, que dá opção de variar papéis, cores e conjugações. Pelo diagrama a seguir, vocês encontrarão facilmente como montá-lo. 
 e depois é só usar a imaginação e liberdade.

A colcha que comecei a tecer fica assim:  



ESTRELA PRIMAVERA

 ESTRELA PRIMAVERA
Usei o MÓDULO EURÍDICE ( cujo tutorial está na postagem anterior) , mas dessa vez, fiz as pétalas das flores em cor com fundo branco, ao inverso do que usei na COLCHA de RETALHOS.
Foram necessários oito módulos para a perfeita junção. Eles devem ser conectados conforme a foto, alinhando bem o eixo central. 
 A seguir, a foto mostra quatro módulos já unidos e então, faltam apenas os quatro restantes, da mesma forma. 
Se virmos o modelo pronto pelo verso, também tem um design bastante agradável: 
Mas essa estrela ainda guarda outras surpresas: pode ser feita com  inserção de pequenos quadrados de papel, que devem ser colocados assim que o módulo está pronto e antes que seja conectado a outro.
E pode ter curler em duas das pontas, formando um novo efeito: 
Tenho já outras idéias de como aproveitar o Eurídice, mas enquanto isso, já há muito com que se divertir... boas dobras!





27 julho 2018

PAPYRUS

PAPYRUS

Essa estrela modular foi criada há anos atrás durante uma viagem de férias. Revisitando-a agora, fiz um novo tutorial mais claro para os que solicitaram diagrama. Boas dobras! 

               No processo, virei os módulos e encontrei um outro desenho.
 Tutorial: 
 1- use cinco folhas de papel quadrado
2 vire e leve as diagonais indicadas ao centro
3- dobre ao meio formando um trapézio
4- faça uma m.f. no centro
5- leve as duas pontas para o alto ao encontro uma da outra em v.f.
6- e crie duas m.f. no ponto médio entre as linhas do passo 4 e 5
 7 invertendo a posição do módulo, ele estará como na foto
8- leve as dobras do passo 6 ao centro
9- voltando o módulo para a posição em que estava, deverá ter esse desenho
10- vista lateral
11- faça curler nas duas pontas na direção indicada
12 módulo pronto ( x 5)
os módulos se conectam como acima: com a base central unida e encaixados pelo curler

26 novembro 2017

PAPEL PARA ORIGAMI ou ORIGAMI PARA O PAPEL? ( DE LÓTUS E PITAYA)

Tive a sorte de ao longo dos anos em que dobro, ganhar muuuuuitos papéis para origami. Lindos, coloridos, leves, importados, nacionais, estampados, um para o humor de cada dia. 

Tenho uma queda especial por restauração, garimpo, reciclagem, "invencionices"; não há como esconder e nem porquê. 
De um bom tempo para cá, acontece sim, de eu procurar em meu baú, papéis específicos, com gramatura exata para algum trabalho, mas tenho me visto fazendo cada vez mais  o movimento contrário: às vezes há algum papel que atravessa o meu caminho e me pergunto: 
-Por que não?

Então, invento alguma coisa, qualquer coisa que eu possa fazer com ele. Na foto abaixo, usei  papel de sabonete e gostei do resultado. A Davene lançou o "Exotic"  que vem com essa embalagem linda, primaveril e em várias cores. Fiquei com dó de jogar no lixo... 

 E eu o trouxe para passear: direto dos jardins da criação, um pouco menos de descarte, substituído por delícias de reaproveitamento. Assim nasceu um vestido com perfume de lótus e pitaya, bom para um domingo como hoje!

05 agosto 2017

ENQUANTO NÃO CHEGA A PRIMAVERA


ENQUANTO NÃO CHEGA A PRIMAVERA

Fazendo as trocas de papéis, doando partes dos estampados que já usei, revendo passo a passo de modelos antigos e renovando o guarda-roupa...

 O estampado acima e o todo em branco com libélula, são trabalhos em papel circular, sem cortes, sem cola e com as alças em inserção.Essa forma permite um efeito agradável e com bolsos laterais.
Papel Zen Origami, pintado à mão, feito com muitos outros e que estava à espera... Gostei muito dele na confecção desse modelo com preguinhas e gola.
 Abaixo um vestido bem simples com design de bata, e laço vintage em papel jornal 
 Outra vez papel circular, agora com laço e abertura das dobras  na altura do peito. 
Com visual despojado  em kraft...porque eu amo papéis amassados, reaproveitados, marcados pelo tempo e uso...


30 julho 2017

VOLTANDO PARA CASA

VOLTANDO PARA CASA

Quase nove meses sem vir ao blog... mas como tudo tem sua hora de nascer, estou de volta. Aos poucos, tentarei postar os trabalhos desse período lacunar, junto às novas criações. 
Alguns leitores têm pedido fotogramas e ainda não consegui pausas suficientes para isso. Ou crio, ou registro tutoriais, mas estou lutando por me organizar melhor e voltar com os fotogramas para vocês, ok?

Usei cartolina para o vestido preto, que não é de longe o melhor papel, mas era o disponível onde eu me encontrava. Chamei-o de "EU PROMETO PARA A NOITE", porque a frase que se conhece é: "a noite promete..", mas na verdade, acontecer, é a gente quem faz, né?! Sempre.
O design acima "TESS DRESS" parte de tessellation na blusa, dando um efeito de relevo ao peito do vestido. Foi um teste apenas, mas pretendo levar essa dobra para a altura da barriga, criando mais um modelo para grávidas. O babado e a manga, foram papel em outra cor e textura, aplicados ao do origami.
Aqui finalmente, pus em prática um desejo antigo: trabalhar com os modelos dos lencinhos portugueses. E adorei o resultado. Ao fazer, lembrava de Rui Roda, que dobra lindamente em Portugal. Ele curtiu o vestido, mas ainda não viu os sapatinhos "LÁ NO HORIZONTE", criados há tempos atrás, mas agora, novos, com tema português.
"EU HOJE ACORDEI CHIQUE", foi nomeado por minha origamiga Marta Issa, (especialista em nomear os origamis que crio, rs) de "Para Marilyn". Não é que ela tem razão? Consigo "ver" Marilyn dentro dele, com caras e bocas fazendo biquinho. Então, que seja!

 Com lacinho saindo da própria dobradura...
Mais um vestido antiguinho, mas agora com babado e fita.... pra moça bonita! 

 E abaixo um modelo mais simples, mas que ainda permite bastante trabalho sobre ele
 LOLA, um sapato feito em papel retangular, cujas dobras permitem a inserção de alças, laços e outros frufrus...
 E mais um sapatinho, acho que ainda sem nome. Parece tão confortável, que penso em fazer um com meu número...

20 novembro 2016

COLEÇÃO PRIMAVERA / VERÃO ZEN ORIGAMI (2)

"E SE" 
O conjunto abaixo nasceu quando no café da manhã, ao tirar as torradas da embalagem, dei dentro dela, com esse papelão leve e ondulado, com aparência de veludo cotelê. E me veio na hora a idéia da calça com bolsos. A camisa branca lembrando algodão, já havia criado há algum tempo. E porque sempre que vejo um papel qualquer, o primeiro pensamento que me vem é:
"-e se...dobrado eu o transformasse em..."
nomeei assim o modelo.
" DE ORIGAMI E POESIA"
 Ontem, dia 19 de novembro, foi aniversário de Joaquim Antonio, um poeta arretado que tem coisas lindas, mas bem melhor do que eu dizer, é poder ler com a alma. Aproveitem o domingo e façam uma visita no blog dele... deliciem-se. Então, uma de suas belas poesias foi parar no vestido de papel, de presente. O que acham?
"PRA TARDES DE VENTANIA"
E retomando o uso dessa folha de moldes, de uma revista antiiiiiiiga que adorei -  um vestidinho de gola larga, arredondada, com possibilidade de alterações. O papel tinha cheiro de guardado, gaveta de avós, ora, ficou por décadas dentro da revista e já tinha até mesmo a cor envelhecida que eu precisava. Coloquei-o na janela para tomar ar e numa ventania, lá se foi. Eu olhava por todos os lados e nada de vê-lo. Fui ao prédio vizinho e consegui resgatá-lo no play, antes da chuva que caiu logo depois. Oh, sorte!
"TE CONVIDO A DANÇAR"
Ando encantada com branco. Tive essa sedução por longos anos na vida. Em geral, com batas de modelos os mais variadíssimos. E do quanto gosto de trabalhar em papel circular, também não é segredo. Então, com um círculo de papel ofício e restos de livros antigos, criei essa miniatura . Vestido branco, todo pronto para as boas notícias que chegarão.
"PRA PASSEAR NA BRISA DA MANHÃ"
E por falar em batas...elas não poderiam faltar à coleção. Desse modo, com manguinhas bufantes e gola, dá para qualquer uma dessas manhãs de primavera.
 "CAMINHANDO POR AÍ"
Macacão em papel retangular, sem uso de cortes ou cola.
"PARA OS JARDINS DO SONHAR"
Esse modelo leve, com cruzamento de alça nas costas e já criado há alguns meses, eu estudei com papéis diversos e sempre produziu um resultado agradável, leve, de sonho bom.