apresentação

apresentação

LIVRO ZEN ORIGAMI

Mandalas in action integrantes do LIVRO "ZEN ORIGAMI" no qual estou trabalhando.

13 maio 2013

!

Encontrei-a ontem (12 maio) 'a noite, caída nos jardins da praia, tentando aquecer-se num holofote...ainda não sabe voar para ir...

Hoje, quase uma semana depois, ela está assim:
Já teve que viajar duas vezes para continuar sendo bem cuidada, o rabo finalmente começa a crescer, mas mesmo deixando-a com a gaiola aberta, mesmo sendo colocada num vaso do lado de fora, de frente para a mata cheia de passarinhos, ainda não é hora de lançar-se a esse mundão de meu Deus - ela retorna para dentro da gaiola! E como bem foi dito no comentário - ELE sabe o motivo por trás de todas as coisas. Continuemos...

Foi tanto cuidado e tanto carinho... quatorze dias passaram-se. Algumas vezes ela era colocada na gaiola ainda, de frente para a mata, para que ouvisse os outros pássaros, pudesse observar o vôo, o céu, a imensidão. E também para que aprendesse que é melhor manter distância de animaizinhos "delicados" como o cachorrão apaixonado...
Outras vezes, a gaiola permaneceu aberta na área de serviço. Demorava muito a sair, voava pouco. Livre, tentava algum movimento, mas o espaço é limitado e ela, pequenina, cansava-se fácil, voltando para a gaiola espontaneamente e lá permanecendo... até a tarde empoleirada nos mármores que precedeu a  sua primeira noite fora.
Acordei bem mais cedo que de costume, para vê-la. Estava bem. Então, já era hora de ir para o mundo. Ah!!! Coração de "mãe" nessa hora fica tão dividido...
Ela foi levada a uma grande área verde, onde há diversos pássaros. A gaiola foi aberta (26 mai) na seguinte condição: se em uma hora ela não saísse, voltaria para casa  na gaiola até amadurecer para nova tentativa. 
E pela primeira vez, em uma pequena fração de segundo, ela não teve dúvida - seguiu seu destino:
 Num vôo vertical, alcançou um galho bem alto, onde era difícil vê-la
 e de um galho...
para outro
Quase uma hora olhando fixamente para cima, sem querer perdê-la de vista
até que, na foto abaixo, foi a última vez que foi fotografada, depois disso, voou para o mar de folhas verdes sob o céu...
Sem ela, a árvore "berço" ficou assim
Dia seguinte, passei lá, na esperança vã de reencontrá-la, mas logicamente, seria quase impossível no imensurável labirinto verde
Bem...até qualquer dia, em que do alto ela me verá, sem que eu sequer suponha estar sendo observada. Então vim embora, lembrando Exupéry:

"Cativar é uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa criar laços...

É preciso ser paciente, disse a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim,assim, na relva. Eu te olharei com o canto dos olhos e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal entendidos. Mas cada dia te sentarás mais perto...

Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus.

 Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez a tua rosa tão importante.

As estrelas são belas por causa de uma flor que não se vê"

Quando abri a porta de minha casa vazia dela, sem o  som suave de seu bater de asas, lembrei-me daquela passagem onde ele conta que habitava uma casa que tinha um tesouro:

" Ninguém, é claro, o conseguia descobrir, nem talvez mesmo o procurasse. Mas ele encantava a casa toda. Minha casa escondia um tesouro no fundo do coração..."


4 comentários:

  1. Como se diz: para tudo há seu tempo ....até mesmo para o voo ao qual nasceste pra isso.
    Beijos
    Joelma

    ResponderExcluir
  2. É com muita alegria que acompanho a maturação desse animalzinho tão delicado e frágil, que em breve voará, fortalecido e no domínio de sua própria liberdade. Martha Pereira.

    ResponderExcluir
  3. Lindo!!!
    Com esse enorme coração que tens não poderia ser diferente...Só o amor verdadeiro liberta, dá asas ...e se asas já tem encoraja a voar...
    Beijos
    uma linda semana pra vc!
    Joelma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, foi difícil, Joelma. Fiquei insegura com a maturação dela para o vôo, mas ela mesma se encarregou de mostrar que estava pronta. Valeu por sua força me ajudando a lidar com o tempo. Bjs

      Excluir