apresentação

apresentação

LIVRO ZEN ORIGAMI

Mandalas in action integrantes do LIVRO "ZEN ORIGAMI" no qual estou trabalhando.

04 julho 2012

UM CÉU DE ORIGAMIS

Feita ontem com restos de papel, mas ainda será revista, pois leva cola por enquanto.




Já faz mais de um mês que ela foi criada com o título: "Ainda um ensaio", na promessa de fazê-la sem cola. O tempo passou e sequer tentei outra. O número de visitas e visualizações desse trabalho foi bastante alto e publico então o tutorial para que seja dobrada como as da foto. Futuramente, se a fizer sem cola, postarei aqui. 

Simples assim: com apenas 3 dobras o módulo está pronto! Nas fotos,o tutorial parece maior pois incluí alguns detalhes: 

1- Se você não costuma guardar sobras de papel, partindo um quadrado de papel na diagonal, você conseguirá dois triângulos retângulos isósceles idênticos.
6 - Pode-se fazer os módulos em cores diferentes ou invertidas.
7 - Dois módulos conectados.
8 - Uma variação possível, é dobrar como na foto o pequeno triângulo para a esquerda, em v.f.
10 - Mais uma variação, é fazer o curler, enrolando a pontinha maior ( ou a menor) antes de conectar ao outro módulo.

O título: "céu de origamis" vai em homenagem ao autor do livro do mesmo nome, que é um do melhores professores de psicanálise que tive quando ainda era estudante de psicologia na UFRJ - Garcia-Roza. Em suas aulas, a sala ficava lotada, alguns de nós sentávamos nas janelas, outros no chão, havia os que assistiam em pé, nos corredores... e o silêncio para absorver cada palavra dita era tanto, que seria possível ouvir o som de uma folha de papel que deslizasse para o chão. 'Aquela época, eu ainda nem sonhava com origamis, mas as aulas me proporcionavam idêntico prazer. Psicanálise e origami: grandes paixões! Obrigada, Garcia-Roza.


Curiosamente, enquanto dobrava esse modelo no papel azul e branco imitando céu, descobri no cantinho lá embaixo, a marca do fabricante: "Go Paper". Desde cedo me preocupo com preservação e ecologia. Amo os papéis, mas tenho o cuidado de reaproveitá-los ao máximo. Não desperdiço.
Céu de origamis, quando criado, foi feito com pequenos pedacinhos de papel que sobravam ao cortar folhas ou quadrados para outros modelos. Eu sempre faço isso: desdobro o que já me atendeu para outra criação ou ensaios e também guardo pedaços de papel de todo tipo para futuras invenções.
Quando pesquisei "Go paper", descobri o site que está no link acima - e eles divulgam a idéia de escolher bem os papéis e reflorestar!





4 comentários:

  1. Origami e Arte

    Ela foi feita toda com pequenos triângulos de papel que sobravam quando eu cortava octógonos de papel quadrado. Fui guardando os pequenos triângulos e quando resolvi aproveitá-los de fato, deu nisso.
    Noventa e nove por cento dos meus trabalhos são sem uso de cola, mas essa mandala precisou para fixação. Tenho tentado conseguir um outro tipo de encaixe que não altere o design. Por enquanto, ainda não deu, mas em breve postarei o fotograma de como fazê-la. Bjs e obrigada

    ResponderExcluir
  2. é linda!! parabéns, Márcia!
    Não se cobre tanto quanto ao uso da cola!
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Boas falas, Carla. Talvez se eu fosse esperar para tentá-la de novo até consegui-la sem cola, isso demorasse muito. Então, para que todos possam dobrá-la como está, segue o tutorial. Bjs

    ResponderExcluir