apresentação

apresentação

LIVRO ZEN ORIGAMI

Mandalas in action integrantes do LIVRO "ZEN ORIGAMI" no qual estou trabalhando.

MEMÓRIA & OLHAR ZEN

O origami me trouxe um mundo de coisas boas. Entre elas,o interesse por fotografia, prática que foi evoluindo junto 'as dobras. Desde então, ao menos uma foto por dia eu arrisco: da natureza, das ruas, bichos, gente, arte.
Fotografias sem objetivo algum que não seja o registro de um olhar feliz, nascido em momentos privilegiados; memórias 'as quais pretendo voltar porque arejam a alma. Como não penso em criar um espaço só para fotografias e elas me inspiram, aí vão elas -  aqui, bem pertinho dos origamis. Me parece perfeito.

 Julho começou surpreendendo: acordei com fome e fui tomar café. Ao voltar para arrumar a cama, descobri que ao levantar, o desenho que ficara no lençol era esse... Coisas de quem adora dobras, rs!





 De cafés e origamis:
Eu quando acordo, sinto sempre que "preciso" de um café. Urgente. Posso até ficar sem almoçar, ou sem jantar - embora não goste ou ache saudável - mas sem o café da manhã, meu dia não é o mesmo!!! Ontem, eu estava na cozinha, aguardando enquanto a água fervendo passava pelo filtro e o tempo de coar me parecia infinito... coisas de quem tem pressa.
E foi então que deitei meu olhar sobre a fumaça que saía, enquanto o perfume maravilhoso de café quentinho recendia pela sala. Os anéis de fumaça desenhavam espirais incríveis... fiquei olhando, encantada e aquele 'longo" tempo, me pareceu nenhum: quase pedi que não acabasse, pois me veio uma idéia e eu queria fotografar - no momento em que numa mesma situação, nosso interesse consegue dirigir-se a algo que motiva,  a espera é substituída pelo prazer.
E o que café tem a ver com origamis? Nesse caso, tudo: eu era dessas desesperadas com filas, transporte público, número  de pessoas a aguardar e o tempo passando... até que descobri o origami, por um caminho muito estranho que contarei outra hora - desde então, meus bolsos e bolsa, andam sempre com papéis; meu olhar voltado para os balcões e seus folders, qualquer papel que sirva para criar alguma dobra... e... quem disse que percebo o passar do tempo? Nada... ele é amigo das mãos!









E porque agora é outono...


Essa casca de algum vegetal, encontrei caída no campo e próximas, as duas sementes. Não resisti e montei a foto para http://www.flickr.com/photos/orgiami-time/ que gostou tanto de uma outra foto minha com coração e pimentas...
















Série verde:









Fazendo o desjejum:























Nunca ouvi dizer que kusudamas dessem em árvore, mas essa, parece feita de origamis. Tão linda!
Das alegrias de apresentar a alguém: o origami abaixo, foi dobrado por uma colega. Fiz uma proposta de troca outro dia - ela me daria umas dicas de informática e eu ensinaria a ela um pouco de origami. Ela me deu uma extensa orientação. Eu a ensinei a  dobrar  o tsuru. Disse-me que sua casa ficou cheia deles e aí, por conta própria, mesmo que jamais tivesse dobrado algum outro origami, fez esse, baseando-se na internet:
Da cor da alegria - em cromoterapia, laranja é a cor usada para tratamento de estados depressivos e para promover o bem estar, o apetite e a satisfação interna.

Vivendo e aprendendo: "meu" cachorro, além de comer origamis - ele pega quando deixo cair e sai correndo - também gosta de brincar com abricós. Vamos a um campo 'as vezes, onde há dezenas deles espalhados pelo chão. Nem preciso levar bolinha, é só chegar e nosso brinquedos estão lá, 'a espera. Hoje, fui pesquisar sobre abricó e... que vergonha: descobri que é o mesmo que damasco, fruta que adoro - e eu não sabia!
Mesmo já seco, ele forma uma casca tão dura quanto madeira que abriga a semente - e continua lindo.


Há aqueles que além de papéis, gostam de linhas. Essas corujas,vi na internet e fiz em algumas noites, enquanto me distraía do origami:









Nenhum comentário:

Postar um comentário