apresentação

apresentação

LIVRO ZEN ORIGAMI

Mandalas in action integrantes do LIVRO "ZEN ORIGAMI" no qual estou trabalhando.

16 julho 2012

QUASE XINGU

O nome soa estranho, mas "QUASE XINGU" é um ensaio que venho experimentando há aproximadamente um mês. Na tentativa de chegar em definitivo  a um processo que me permitisse atingir uma forma até então apenas imaginária, fui conseguindo alguns resultados que me levam a pensar que estou "quase lá",  ou seja: quero fazer o XINGU que é bastante similar ao origami da foto, mas com um design mais curvilíneo e circular. Agora falta pouco. Enquanto XINGU não chega, fiquemos no quase...

Há algum tempo, eu disse que queria escrever um pouco sobre buscas e achados. Na verdade, meu processo de criação é basicamente intuitivo. Começo com um papel qualquer nas mãos ( em geral um folheto, propaganda papel já dobrado e desdobrado mil vezes que guardo para reaproveitar) e simplesmente "escuto" o que ele me diz. E sigo, sem praticamente nenhum questionamento. Quase sempre nasce alguma coisa. Em algumas fases, vários origamis novos num só dia; em outras, a demora é maior. Houve uma época em que fiquei meses sem dobrar - e sentia falta.
De algum tempo para cá - do dia em que me propus a criar uma base digna do Kusudama Alamanda de Vera Young, eu inaugurei essa procura por uma arquitetura previamente imaginada. Foi maravilhoso enquanto desafio, mas confesso que não é o mais natural para mim.
Foi pouco depois dessa época que dobrando, me vi com Xingu quase pronto, mas ele não fixava as dobras. Isso eu já consegui e foi como vencer mais uma etapa de um desafio que eu mesma me impus. Algo como raiz quadrada, misturar cores até atingir uma tonalidade específica, aventurar-se por novas sonoridades...
Ainda o quero com linhas mais circulares e no seu tempo, na sua hora, ele chegará até aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário